até furar

&

confissão: Algumas vezes, quando eu estou cabisbaixo e macambuso, vejo a obra “artística” alheia pra ter certeza que não sou tosco.

geralmente olho fotos.

.

poucas vezes revejo minhas próprias fotos.

só quando estou bem instrospectivo

hoje revi as da minha viagem pra américa do norte (influenciado pelo jogo de eliminação dos EUA?)

e pode parecer forçação de barra mas encontro meu ponto de vista muito claro.

Nem tratadas essas imagens estão… é um olhar cru.

E nas fotos tiradas de mim pelos paparazzi quase escuto meu pensamento:

“…não é pra você tirar fotos de mim, era só pra testar a câmera…”

“eu: é pra zuar mesmo nessas baladinhas… laura: não acredito que a gente tá fazendo isso no meio da pista”

expressões

os budistas se curvam frente a divindade que existe dentro de toda pessoa

eu cumprimento o espetáculo interno de cada um de nós

.

preenchimento

coço o braço

um som semelhante ao de um tubo oco ressoa

mais um truque da minha subjetividade?

sucedem outros pensamentos

a muvuca do metrô tem o som de um órgão

todo orifício corpóreo é prova científica de sua ocura

a vida se apresenta cheia como um ovo de casca lisa

camada de gosma e um centro esférico delimitado por fina membrana

e como preencherei esse vazio?

cigarros queimados

bebidas urinadas

pedaços de gente ocorrentados